Sabugilândia
  

SECA

 

O texto foi pinçado do perfil de Emídio Gonçalves numa rede social: trata-se de uma mensagem de preocupação escrita pelo Presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piancó – Piranhas – Açu, engenheiro agrônomo José Procópio de Lucena...

A seca no Seridó

Os açudes do Seridó estão quase todos secos. A seca chegou às cidades do Seridó, antes estava apenas na zona rural. Temos que aprender estocar água, fazer reuso, utilização racional, combate ao desperdício, utilizar novos métodos de irrigação e saber que moramos no semiárido e não no meio do mar. Pelo jeito seremos obrigados a aprender com nossas próprias tragédias. Teremos que aprender a lidar com a escassez de água, seja por bem ou por exigência das condições climatológicas e das tragédias socioambientais em curso e que não queremos ver e nem acreditar. 

Infelizmente fomos educados a achar que água é um bem da natureza infinito e que nunca ia faltar. O consumo absurdo de 70% da água doce para fins de agricultura, 20% para a indústria e 10% para o uso doméstico são constatados, mas pouco questionados e refletido. Muitos defendem cegamente a irrigação como modelo para o desenvolvimento da agricultura moderna aqui no Nordeste. A falta d’água neste momento em várias partes do nordeste e do RN é exatamente pela forma inadequada de irrigação que está sendo adota com baixa eficiência e custo benefício. Nessa estiagem que estamos passando mostra também a falta de gestão dos órgãos públicos que diante do cenário de seca prevaricaram de suas funções e estão levando populações urbanas e rurais a um colapso hídrico generalizado. 

O quadro é assustador, se os santos não ajudarem e a chuva não chegar, poderemos ver a falência de nossas cidades seridoenses que dependem da água encanada. Sem a água não há indústria, não há serviços de saúde, educação, construções, etc. Ficaremos em nossas casas sob o fedor das pias cheias, dos vasos sanitários entupidos, da sujeira das roupas, do banho que não se pode ter, do calor infernal e falta de água para beber seria um inferno. Em pouco tempo o mercado da água engarrafada seria insuficiente e os preços ficariam nas nuvens impedindo que a maioria da população pudesse ter acesso.

Vamos rezar e torcer pra as que as chuvas voltem e os reservatórios recuperem parte de seus volumes para atravessar o ano. Que possamos tirar lições e repensar nosso modelo de vida e sociedade, que estão baseadas no consumo exagerado e na exploração ilimitadas dos bens comuns da vida. Estamos preocupados em consumir muitos bens, porém, estamos esquecendo que sem água, alimentos e ar não viveremos. Parece que não somos tão poderosos e fortes como o mercado nos diz. Pense nisso e viva melhor e solidariamente.

 



(José Procópio de Lucena)



Escrito por Quintino Medeiros às 10h47
[] [envie esta mensagem] []


 
  

CONFETE & SERPENTINA

 

O Clube Municipal de São João do Sabugi viveu, no último sábado, 08 de fevereiro, a festa para eleição da corte carnavalesca de 2014, que é composta pelas figuras da Rainha e do Rei do Carnaval, mais a Quenga e o Papangu. O evento foi promovido por Glauber Azevedo e pelo bloco Los Hermanos, com o baile em seguida sendo animado pelo grupo Uz Frajolaz e por Renato Marinho.

Judite Alice de Morais Bisneta, representante do bloco Zé Pereira, foi escolhida Rainha do Carnaval por um corpo de jurados integrado por Marcílio Nogueira (Folião 1989), Juliane Cavalcanti (Rainha 1995), Inácio Neto (músico e coreógrafo), Érika Nóbrega (Rainha 2007), Roque Medeiros (professor e poeta), Kívia Barbosa (Rainha 2012) e Flávia Medeiros (Miss São João do Sabugi 2014), com a totalização dos pontos sendo feita por Francisco Lúcio Filho e Kilvaneide Souza.

Uma homenagem aos blocos de rua, como o Zé Pereira, os Papangus, as Quengas e o Ô Insônia terminou por revelar o Rei do Carnaval, Emanuel Araújo (ex-Beleza Estudantil); a Quenga, Cláudio Josivan; e o (a) Papangu (a), Jéssica Lorraine (Vice-Rainha do Carnaval 2013). A apresentação sugeria o Carnaval como espaço e tempo para inversão dos papéis, como tem funcionado essa festa desde sempre...

 

 

 

 


(Fotos: Ítalo Morais)



Escrito por Quintino Medeiros às 21h25
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
HISTÓRICO



OUTROS SITES
 ANCHIETA FRANÇA
 ANNA JAILMA
 SABUGILÂNDIA 1
 SABUGILÂNDIA 3
 UOL - O melhor conteúdo


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!